/O que é o OpenStack?
O que é o OpenStack? Saiba tudo sobre o principal sistema de gestão de servidores cloud do mundo - Blog Under

O que é o OpenStack?

A computação em nuvem já faz parte do cotidiano de muitas empresas. Segundo uma pesquisa da SAS Brasil realizada em 2019 com empresários da América Latina, mais de 80% das organizações tem algum tipo de projeto na nuvem, seja em desenvolvimento ou em atividade. Presente também no nosso cotidiano, desde aplicativos de streaming a ferramentas de escritório, a cloud computing existe como uma tecnologia de fácil adesão, rápida, segura e com excelente custo-benefício. Para garantir esses atributos, existem diferentes formas de gerenciar seu servidor na nuvem. E uma que tem se destacado nos últimos tempos é o OpenStack.

Da mesma forma que você utiliza um sistema operacional como Windows ou Linux em seu PC, o OpenStack é o sistema operacional do servidor cloud. Ele reúne uma série de ferramentas essenciais para a gestão dos recursos da nuvem. O projeto OpenStack é fruto de uma união de mais de 100 empresas do setor de TI, como Red Hat, Dell, IBM, Canonical e Yahoo!, dentre outras. Não é à toa que esse sistema é considerado o “futuro da nuvem”.

O que faz o OpenStack?

De forma resumida, o OpenStack coloca nas suas mãos o controle total da sua nuvem, seja ela pública ou privada. Com ele é possível criar e excluir máquinas virtuais (VMs) com seus respectivos sistemas operacionais em pouco tempo. Você também consegue fazer a configuração de rede, seja dando acesso à internet para as VMs ou criando conexões entre elas.

Apesar das suas funcionalidades, o OpenStack vai além de uma plataforma de gerenciamento de máquinas virtuais. Ele utiliza os recursos de virtualização para executar um conjunto de ferramentas necessárias para o ambiente da nuvem. Essas ferramentas atendem aos critérios do National Institute of Standards and Technology para cloud computing: rede, recursos agrupados, interface de usuário, provisionamento de capacidade e alocação/controle automático de recursos.

O OpenStack opera através de uma série de comandos (scripts). Estes estão agrupados em projetos, responsáveis por retransmitir as tarefas necessárias para criar os ambientes da nuvem. Para isso, ele precisa de uma camada de recursos virtuais e de um sistema operacional de base, como o Linux, para executar os comandos.

Quais são as ferramentas do OpenStack?

Como falamos antes, o OpenStack é a união de uma série de ferramentas que permitem o controle total da nuvem. Elas trabalham como uma equipe: cada uma tem um papel importante no gerenciamento do servidor. As ferramentas são divididas entre undercloud (as principais para a operação básica da cloud) e overcloud (aplicações para usuários finais).

Dentre as principais ferramentas undercloud, estão presentes:

Por que eu preciso do OpenStack?

Agora que explicamos o que é o OpenStack e como ele funciona, é importante entender o que é possível fazer com esse sistema instalado na sua nuvem:

  • Gerenciamento de clouds privadas;
  • Gerenciamento de clouds públicas;
  • Criação e execução de containers;
  • Virtualização das funções de rede.

OpenStack na Under

Desde o início do ano, a Under trouxe o OpenStack para a gestão dos seus servidores cloud. Com isso, os clientes ganham mais agilidade e controle na administração de suas nuvens. Para garantir a qualidade dos serviços, a Under tem a Red Hat como parceira na implementação do OpenStack, tornando as operações mais estáveis e seguras, unindo a nossa experiência no mercado com a tecnologia de uma grande empresa de TI.

Para saber mais sobre os servidores Cloud OpenStack da Under, acesse nosso site.